Sistema de automação Gantry Loader Romi reduz em até 80% o tempo de carga e descarga


A Romi lançou em 2017 o sistema de automação Gantry Loader Romi, para centros de torneamento. Essa solução consegue reduzir em até 80% o tempo de carga e descarga de CNC, proporcionando uma produção mais eficaz e eliminando todas as improdutividades associadas ao trabalho manual repetitivo.

A redução do tempo de operação é possível, pois a central de torneamento não precisa mais ser paralisada por longos períodos para a troca das peças. Com a nova solução, um braço mecânico retira a peça a ser usinada do carregador, coloca no torno e, assim que concluído o processo, a coleta, evitando a necessidade de paralisação do equipamento para a entrada do operador, que realizaria toda a operação manualmente.

Para atingir esse resultado, o desenvolvimento da solução exigiu que a Romi buscasse no mercado um parceiro de automação industrial. “Somos mundialmente conhecidos pela alta tecnologia aplicada em nossos produtos e por isso exigimos de todos os nossos fornecedores alta capacidade técnica, qualidade e a melhor relação custo-benefício”, afirma Douglas Pedro de Alcântara, Gerente de Engenharia de Produtos/Máquinas-Ferramenta da Romi.

O gerente conta que a disponibilidade e cooperação das equipes técnicas da Romi e da Mitsubishi Electric foram determinantes para o êxito do projeto. “Nosso planejamento era de ofertar um Gantry Loader que atendesse plenamente as necessidades dos clientes. O principal desafio da equipe que trabalhou no projeto foi identificar os requisitos específicos do mercado quanto aos tipos e tamanhos de peças e transformar isso em um produto confiável e de fácil programação e uso”, explica.

Como resultado da parceria, o Gantry Loader Romi foi agregado ao Centro de Torneamento da Linha Romi GL, permitindo a obtenção de um funcionamento contínuo em lotes de peças, alta produtividade e confiabilidade. “A Mitsubishi Electric, como parceira neste projeto de automação, mostrou que podemos oferecer ainda mais possibilidades de aumento de produtividade aos nossos clientes”, completa Alcântara.

A Mitsubishi Electric forneceu para este projeto, soluções de IHM (linha GT16HS), CLP (série iQ-F), inversores de frequência (série D700) e servo motores (série JE). “Por conta da interatividade das nossas IHMs e a integração com outras soluções como os CLPs da linha FX5, o sistema de programação do Gantry Loader Romi ficou simples e intuitivo, possibilitando programar facilmente a carga e descarga de outras peças do portfólio do cliente final”, finaliza Caio Corradi Santana, executivo de vendas da Mitsubishi Electric do Brasil.

FONTE: BOLETIM INDUSTRIAL

Anterior Indicador de clima econômico da América Latina piora
Próximo Dormer Pramet divulga os primeiros resultados da implementação da Prolog Vending