Reed Exhibitions recebe o prêmio Top Employers


A Reed Exhibitions Alcantara Machado é a primeira organizadora de eventos do mundo a obter o prêmio Top Employers, do Top Employers Institute, que certifica e reconhece os melhores empregadores em 116 países. A empresa é responsável por eventos como o Salão Internacional do Automóvel, Salão Duas Rodas, Bienal do Livro e de feiras de negócios B2B de grande porte, como Automec, Fenatran, Feicon Batimat e Equipotel.

O planejamento da companhia pretendia alcançar a certificação em 2018. No entanto, ao centralizar a estratégia nos talentos da casa, os colaboradores naturalmente se engajaram, e o resultado foi conseguido um ano antes, com evolução significativa em todos os indicadores da certificação Top Employers. Entre as principais, estão melhorias em áreas como “Planejamento da Força de Trabalho” (melhoria de 71,9%); “Treinamento e Desenvolvimento (melhoria de 46,6%) e Gestão do Desempenho (melhoria de 37,7%). No diagnóstico final, o Top Employers destacou que a empresa demonstra liderança em Recursos Humanos, ao promover e desenvolver talentos de todos os níveis continuamente.

A Reed Exhibitions Alcantara Machado é parte do Grupo Relx, companhia com escritórios ao redor do mundo em diversas áreas de negócios, além de feiras e eventos, em mais de 40 setores.

Outro indicativo da evolução positiva da cultura da companhia  veio através da pesquisa interna de clima global, em que o grupo tem, no Brasil, números superiores ao grupo como um todo. Os índices se baseiam no Net Promoter Score (NPS), metodologia que permite a mensuração do grau de satisfação e fidelidade dos consumidores de qualquer tipo de empresa. Em relação às recomendações para trabalhar na organização, apenas o Brasil pontuou 47, enquanto a média do Grupo RELX foi de 18.

Certificação Top Employer - Foto: Assessoria

Certificação Top Employer – Foto: Assessoria

FONTE: BOLETIM INDUSTRIAL

Anterior ITA usará solução Dassault Systèmes para aprimorar ensino de engenharia
Próximo Recuperação dos empregos industriais em São Paulo é lenta