Fronius do Brasil apresenta soluções de alta potência em carregadores de baterias e energia solar


A Fronius do Brasil apresentará soluções de alta potência nos setores de carregadores de baterias e energia solar na feira Veículo Elétrico Latino-Americano, a ser realizada entre os dias 17 a 19 de setembro, no Transamérica Expo Center, das 13h às 20h.

De acordo com as projeções divulgadas pelo Bloomberg New Energy Finance, o setor de veículos alimentados por eletricidade deve comercializar, até 2030, em torno de 24 milhões de unidades. Boa parte destes veículos elétricos utiliza a bateria de lítio e a Fronius internacional está com estudos avançados sobre esta tecnologia e em breve trará novidades deste mercado promissor.

A população está cada vez mais consciente sobre a importância de conservar o meio ambiente. Vários países estão desenvolvendo tecnologia extremamente inovadora para suprir a necessidade de mercado, como é o caso da Fronius com seus inversores solares ultramodernos. No Brasil, várias empresas, indústrias, comércios, centro de distribuição e residências estão adotando a energia fotovoltaica para reduzir custos e ser sustentável através da instalação dos inversores solares.

 

Mas as pessoas precisam entender que a sustentabilidade é uma cadeia. Por exemplo, ter um carro elétrico é vantajoso, mas ao mesmo tempo o comprador não estará preservando o meio ambiente em sua totalidade, porque utilizará energia elétrica convencional. O ideal é ter todo sistema conectado. Ou seja, carro elétrico e um sistema de energia fotovoltaica instalada em sua residência.

Gerar a própria energia se tornou um grande negócio nos últimos anos. Segundo a Aneel, até 2024, cerca de 1,2 milhão de geradores de energia solar ou mais deverão ser instalados em casas e empresas em todo o Brasil que representarão 15% da matriz energética brasileira. Ainda de acordo com os dados, até 2030 o mercado de energia fotovoltaica deverá movimentar cerca de R$ 100 bilhões.

Com a família SnapINverter, a Fronius desenvolveu uma geração de inversores que agrada igualmente planejadores, instaladores e operadores de sistemas fotovoltaicos. Os aparelhos já estão sendo usados, com sucesso, nas mais diversas aplicações ao redor do mundo: desde residências, edifícios públicos até complexos industriais e armazéns. Com os modelos SnapINverter Eco, Primo, Galvo, Symo e Symo Hybrid, a Fronius abrange a completa gama de inversores para sistemas fotovoltaicos em todas as dimensões. Os aparelhos estão disponíveis com potência 1,5 até 27 kW, todos já certificados pelo Inmetro.

Recentemente a empresa trouxe para o mercado nacional o Symo Brasil. A novidade é que este inversor já possui um transformador trifásico e não será necessário instalar um transformador externo para se conectar à rede de três fases. É ideal para atender plantas comerciais e residenciais com redes 220V/127V.

Outra novidade que a Fronius levará para este evento são os carregadores de baterias. Para ajudar a conservar o veículo antigo, importado ou moto, a empresa Fronius dispõe no Brasil o carregador Acctiva Easy  – ideal veículos, sala de exposição ou veículos usados, como: motocicletas, carros antigos e importados, máquinas agrícolas, trailers, aviões esportivos, barcos, carrinhos de golfe e máquinas de cortar grama.

Suas funções são: controlar eletronicamente a carga da bateria, através de um microprocessador, monitorando todas suas utilidades como: testar a capacidade de arranque da bateria, o estado de carga e a função do alternador. O carregamento é realizado de forma automática e suave. Todos estes procedimentos são realizados em um único aparelho de pequeno porte.

 

Um detalhe importante é que o carregador de bateria pode estar permanentemente conectado à bateria com consumo mínimo de energia.  Seu grande diferencial é que ele pode substituir temporariamente a bateria como fonte de energia e todas as informações podem ser acompanhadas pelo display. Outras vantagens do carregador Acctiva são a proteção eletrônica contra inversão de polaridade e sobrecarga térmica; desligamento de segurança; eletrônica segura e proteção contracorrente de curto-circuito.

Fonte: Boletim Industrial

Anterior Produção da indústria automotiva brasileira cresce mais de 12% no acumulado até agosto
Esta é a publicação mais recente.

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *