Divisão de CNCs da Mitsubishi prevê crescimento de 16% nas vendas no Brasil


No Brasil desde 1998 por meio de representação, a divisão de Controles Numéricos (NC) da Mitsubishi Electric registrou excelente desempenho em 2017, após a integração com a Mitsubishi Electric do Brasil. Mesmo em um cenário economicamente desafiador para todos os setores da economia, a unidade de negócio responsável por fornecer serviços e produtos para máquinas de usinagem superou em 5% a meta de faturamento estabelecida para o ano passado. A companhia atuou fortemente no reparo de produtos, chamados de assistência “on site” e vendas de kit CNCs e peças de reposição no País.

Para este ano, a previsão é aumentar as vendas em 16%. “Temos uma ampla oferta de produtos e serviços, capazes de atender às necessidades de diversos setores que trabalham com máquinas de usinagem, desde o automotivo até o odontológico, passando pelo aeroespacial e agrícola. Nosso intuito é fortalecer ainda mais o posicionamento de qualidade e tecnologia que a Mitsubishi Electric tem no Brasil, aumentando nossa carteira de clientes”, afirma Denis Carvalho, gerente sênior da divisão de CNC da Mitsubishi Electric.

A companhia atende mais de 6.200 máquinas instaladas no Brasil. A distribuição regional está feita da seguinte forma: a região Sudeste concentra a maior parte dos serviços (55%), seguida pela Sul, com 42%, e outras regiões completam os 3% restantes. Com o objetivo de atender de forma ainda mais completa seus clientes na região Sul, a empresa ampliou sua equipe contratando funcionário próprio residente em Joinville (SC) para prestar atendimento técnico e comercial na região de Curitiba (PR) e no polo industrial de Santa Catarina, desde Joinville até Jaraguá do Sul, bem como a região de Blumenau.

A divisão disponibiliza serviços e produtos agrupados em: NC/IA Service, responsável pelos de assistência técnica, reparos CNC e Automação Industrial (IA), help desk, treinamentos e fornecimento de peças de reposição; NC Product Sales, com solução CNC para produção de máquinas em série, kits de CNC para retrofitting em máquinas de usinagem, desenvolvimento de softwares e suporte técnico.

“Estamos bastante otimistas com o mercado brasileiro em 2018 e queremos continuar fornecendo serviços de qualidade no País, além de aumentar a gama de produtos com o padrão de excelência que a Mitsubishi Electric impõe no Brasil”, finaliza Carvalho.

Anterior Infraestrutura deficiente é principal desafio para o Brasil avançar na economia conectada
Próximo Sumig procura expansão da marca no mercado externo

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *